Seguidores

segunda-feira, 19 de abril de 2010

POR QUE RECICLAR VALE A PENA

A preservação do meio ambiente começa com atitudes diárias. Cada vez que você coloca uma embalagem no lixo reciclável, contribui para melhorar o planeta agora e também para as gerações futuras. Cada um de nós consome cerca de 1kg de lixo por dia. Noventa por cento disso é plástico, que demora 100 anos para degradar. Mesmo que reciclar uma garrafa plástica pareça acrescentar uma gota no oceano, é esse trabalho de formiguinha que faz a diferença. “Ele evita que esse material vá para aterros sanitários já saturados. É bom lembrar que o tamanho do planeta não aumenta. Tudo que consumimos fica aqui. Com a coleta seletiva, há economia de árvores, petróleo, água e energia elétrica”, diz Maria do Rosário Fonseca, da Coordenadoria de Educação Ambiental de São Paulo. Descubra como separar seu lixo, isso ajuda a reciclagem e os 500 mil catadores do país, que ganham a vida recolhendo os recicláveis.
Como separar o lixo doméstico
• Não misture recicláveis com orgânicos - sobras de alimentos, cascas de frutas e legumes. Coloque plásticos, vidros, metais e papéis em sacos separados.
• Lave as embalagens do tipo longa vida, latas, garrafas e frascos de vidro e plástico. Seque-os antes de depositar nos coletores.
• Papéis devem estar secos. Podem ser dobrados, mas não amassados.
• Embrulhe vidros quebrados e outros materiais cortantes em papel grosso (do tipo jornal) ou colocados em uma caixa para evitar acidentes. Garrafas e frascos não devem ser misturados com os vidros planos.
O que não vai para o lixo reciclável?
Papel-carbono, etiqueta adesiva, fita crepe, guardanapos, fotografias, filtro de cigarros, papéis sujos, papéis sanitários, copos de papel. Cabos de panela e tomadas. Clipes, grampos, esponjas de aço, canos. Espelhos, cristais, cerâmicas, porcelana. Pilhas e baterias de celular devem ser devolvidas aos fabricantes ou depositadas em coletores específicos.
E as embalagens mistas, feitas de plástico e metal, metal e vidro e papel e metal?
Nas compras, prefira embalagens mais simples. Mas, se não tiver opção, desmonte-a separando as partes de metal, plástico e vidro e deposite-as nos coletores apropriados. No caso de cartelas de comprimidos, é difícil desgrudar o plástico do papel metalizado, então descarte-as junto com os plásticos. Faça o mesmo com bandejas de isopor, que viram matéria-prima para blocos da construção civil.
Como reciclar em cidades que a prefeitura não faz coleta seletiva?
Encaminhe o material separado – papéis, plásticos, metais, vidros – a catadores de rua, cooperativas de catadores, entidades ecológicas ou qualquer outro tipo de iniciativa oficial ou espontânea de sua cidade.
Questão de economia
• A reciclagem de uma única lata de alumínio economiza energia suficiente para manter uma
TV ligada durante três horas.
• Cerca de 100 mil pessoas no Brasil vivem exclusivamente de coletar latas de alumínio e recebem em média três salários mínimos mensais, segundo a Associação Brasileira do Alumínio.
• Uma tonelada de papel reciclado economiza 10mil litros de água e evita o corte de 17 árvores adultas.
• Cada 100 toneladas de plástico reciclado economizam 1 tonelada de petróleo.
• Um quilo de vidro quebrado faz 1kg de vidro
novo e pode ser infinitamente reciclado.
Fonte: GOOGLE

2 comentários:

Thaynara Rezende disse...

Ótimas dicas, Arturo! Bom mesmo divulgar!
Um abraço!

jefhcardoso disse...

Arturo pensei em uma maneira de falar e homenagear a todos que tanto vêm me incentivando com o carinho e apoio que me doam.
Escrevi uma crônica pensando em nós blogueiros. Falei sobre o que penso ser o blog para nós. Você pode concordar ou discordar; pode também acrescentar; mas não deixe de opinar. Leia e entenderá por que a sua opinião é indispensável para mim e para todos blogueiros.

Abraço do Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com