Seguidores

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Um Brasil que poucos conhecem até mesmo a história:

A partir de edital da SECULT, Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, II EDITAL DE APOIO À PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO DE NATUREZA MATERIAL, O Fórum Popular Pela Preservação do Patrimônio Cultural e Ambiental de Senador Pompeu, juntamente com a Associação Comunitária do Sítio Barragem, sendo o Fórum entidade de caráter popular formada por diversas ONGs, pessoas físicas e Igreja Católica, representante da Secretaria de Cultura do Município, promoveu-se um mês de atividades no Município de Senador Pompeu, Estado do Ceará. Exemplo que pode ser seguido por qualquer Município brasileiro que queira preservar o seu patrimônio histórico material (prédios, documentos, etc.) e imaterial (valores, tradições, crenças, etc.). O tema de um mês de atividades foi: PROJETO CASARÕES EM FOCO – EDUCAÇÃO PATRIMONIAL PELA ARTE.
Importante destacar que os casarões da Barragem de Senador Pompeu é um sítio de Valor Histórico, patrimônio material testemunha da Seca de 32, onde funcionou um Campo de concentração. ISSO MESMO UM CAMPO DE CONCENTRAÇÃO E BEM ANTES DOS CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL. Era esse o nome: CAMPO DE CONCENTRAÇÃO DA BARRAGEM DO PATU. POPULARMENTE CHAMADO DE CONCENTRAÇÃO DO PATU. Constituído por pessoas de várias partes do Estado do Ceará e do Nordeste brasileiro.
Milhares de pessoas foram aprisionadas, sem comida, sem assistência médicas, dizimadas por uma epidemia de cólera. Enterradas em valas coletivas, que hoje é um cemitério considerado campo santo, chamado de Cemitério das Almas da Barragem, que todos acreditam obrarem milagres. De onde advém rico patrimônio imaterial, todo alicerçado na fé e na cultura de religiosidade do povo nordestino.
Integraram-se ao projeto de educar para preservação do patrimônio material e imaterial, através da arte: Associação Comunitária do Sítio Barragem, que apresenta o projeto, Centro de Defesa dos Direitos Humanos Antônio Conselheiro, Igreja Católica, Instituto Humaitá de Cidadania, Federação das Associações Comunitárias de Senador Pompeu (FAMSEP) e Instituto Casarão de Cultura e Cidadania, o artista e advogado Valdecy Alves, o militante cultural e diretor de teatro Fram Paulo e o Pároco local Padre Carlos Roberto, conta ainda com o apoio da Associação Comunitária de Engenheiro José Lopes, entre outros.
Fonte: Texto Valdey Alves (http://www.valdecyalves.blogspot.com/)

Foto ilustrativa,

Um comentário:

Pensador disse...

Lo más bello en esta vida es utilizar el mayor don que nos ha sido concebido a los seres humanos: la razón.
http://www.laciudaddelsaber.com/