Seguidores

segunda-feira, 6 de julho de 2009

MANGUEZAIS


 MANGUEZAIS E O RARO MANGUE DE BOTÃO OU BOLOTA
O Manguezal, também chamado de mangal ou mangue, é um ecossistema costeiro, de transição entre os ambientes terrestre e marinho, uma zona úmida característica de regiões tropicais e subtropicais.
Associado às margens de baías, enseadas, barras, desembocaduras de rios, lagunas e reentrâncias costeiras, onde haja encontro de águas de rios com a do mar, ou diretamente expostos à linha da costa, está sujeito ao regime das marés, sendo dominado por espécies vegetais típicas, às quais se associam outros componentes vegetais e animais.
Ao contrário do que acontece nas praias arenosas e nas dunas, a cobertura vegetal do manguezal instala-se em substratos de vasa de formação recente, de pequena declividade, sob a ação diária das marés de água salgada ou, pelo menos, salobra.

A foto é da lagoa do Açu em São João da Barra RJ.
O solo de manguezal caracteriza-se por ser úmido, salgado, pouco oxigenado e muito rico em nutrientes. Por possuir grande quantidade de matéria orgânica em decomposição, por vezes apresenta odor característico, mais acentuado se houver poluição. Essa matéria orgânica serve de alimento à base de uma extensa cadeia alimentar, como por exemplo, crustáceos e algumas espécies de peixes. O solo do manguezal também serve como abrigo para diversas espécies, como caranguejos. Estima-se que, em todo o planeta, existam cerca de 172.000 km² de manguezais. Desse total, cerca de 15%, ou seja, cerca de 26.000 km², distribuem-se pelo litoral do Brasil, desde o estado do Amapá até Laguna, em Santa Catarina.
Em Pernambuco existem cerca de 270 quilômetros quadrados de manguezais; na Paraíba, cerca de 160 quilômetros quadrados; o Maranhão detém 85% dos manguezais da região norte-nordeste, o que equivale a 500 mil hectares. A ilha de Fernando de Noronha é a possuidora da menor extensão de manguezal no país.
Mangue Vermelho (Rhizophora mangle)
Mangue Branco ou Mangue-Verdadeiro (Languncularia racemosa)
Síriba, ou Siriúba (Avicennia schaueriana) também Mangue-Preto.
Mangue-Preto (Avicennia germinans)
Mangue-de-Botão, Bolota (Comacarpus erectus)
Praturá (Spartina)
Em São João da Barra, no 5º distrito, temos o raro manque de botão, fica na lagoa do Açu, acredita-se ser o unico local na America do Sul com esse tipo de mangue.
Pesquisa: Wikipedia

2 comentários:

j.c.s disse...

vlw irmão... muito bom esse seu texto sobre manguezais vai me servir muito para um trabalho que tenho que fazer fico grato...abração

Meio Ambiente disse...

Grato por você visitar meu blog!